Higiene Corporal
Higiene Pessoal
Higiene Bucal
Tipos de Higiene
Falta de Higiene
Fale Conosco
Mapa do Site







Higiene Bucal
A higiene bucal deve ser realizada diariamente com a limpeza dos dentes, a fim de evitar o surgimento de cáries e do mau hálito. As escovações devem ser após cada refeição sendo e a língua não deve ser esquecida, pois retém muitas bactérias. A visita ao dentista deve ocorrer regularmente.
 
A escova de dentes deve ser trocada a cada três meses ou quando você perceber que ela está desgastada. O fio dental também deve ser utilizado. Além das cáries, a falta de higiene bucal causa placas, tártaro e problemas na gengiva. A vida saudável dos dentes garante não só uma aparência agradável como também ajuda na fala e na mastigação.
 
Para manter os dentes branquinhos existem os famosos tratamentos dentais, como o clareamento à laser que altera a cor do dente.

Escovar dentes.Outras medidas que podem ser adotadas são: a utilização do enxaguante bucal com flúor, se for recomendado pelo dentista; escovar os dentes no mínimo 3 vezes ao dia; usar creme dental, etc. A escovação deve ser feita com a movimentação da escova nas partes internas e externas dos dentes e como movimentos de trás pra frente. A língua também deve ser escovada, pois é uma região que acumula muitas bactérias. Depois, usa-se o fio dental com cuidado para evitar que restos de alimento se acumulem entre os dentes.

Escovação

A duração de uma escovação deve ser em média de 2 minutos; porém, a maioria das pessoas não cumpre esse período. Escove primeiro os dentes superiores; em seguida passe para os inferiores e depois os locais de mastigação. Posteriormente, a língua deve ser escovada. Utilize um creme dental adequado e realize a troca da escova de dente periodicamente.

Problemas Bucais


Bruxismo

Uma doença que deixa as mandíbulas doendo e os dentes também, e pode desgasta-los. Os sintomas são: ranger os dentes, dor no rosto e na cabeça. O dentista pode receitar um aparelho para que, na hora em que você dormir, não fique rangendo os dentes ou orientar que ocorra um relaxamento maior por parte do paciente, a fim de combater o bruxismo.

Tártaro

É uma placa bacteriana que endurece a superfície dentária, mas também pode ser formado na gengiva. Além disso, ele absorve as manchas provenientes de alimentos e cigarros. Pode ser visto com facilidade e somente o dentista pode removê-lo, por meio de um processo chamado raspagem. A escovação correta dos dentes ajuda a prevenir o tártaro.

Gengivite

Inflamação da gengiva, que coloca uma placa sem cor de bactérias e que fica nos dentes e na gengiva. Se essa placa não for retirada, produz toxinas que causam a gengivite. As gengivas ficam inchadas e sensíveis, causando sangramento durante a escovação. A higiene bucal correta é a melhor forma de prevenir a gengivite.

Mau hálito (Halitose)

É um problema que é enfrentado por muitas pessoas. Algumas causas do mau hálito são: higiene bucal incorreta, cigarro e álcool, gengivite e boca seca. Pode ser prevenido com a escovação diária e o uso do fio dental. Além disso, visite seu dentista regularmente para fazer a limpeza dos dentes.

Higiene bucal infantil.Higiene Bucal em Crianças

A limpeza na boca do bebê deve iniciar antes que nasçam seus dentes. Com uma fralda ou gaze molhada na água filtrada, a mãe deve passar pela boca da criança, limpando gengiva e língua.
 
Após o nascimento dos dentes, a criança começa a utilizar uma escova infantil e pode utilizar o fio dental. O uso de creme dental deve ser recomendado pelo dentista, pois as crianças não podem utilizar o produto que contenha flúor.

A utilização excessiva de açúcar na alimentação diária das crianças pode causar cárie nos dentes. Uma boa higiene bucal, nos primeiros anos de vida, é necessária para que ela tenha uma dentição saudável posteriormente. Além disso, a criança deve ser levada ao dentista a cada 6 meses para que possa prevenir as cáries.
 
 
Higiene Pessoal   <<--  Higiene Bucal  -->>  Tipos de Higiene